Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

CIAC informa | "Agarrando o seu futuro financeiro"

Logo ciac 1 1280 720 1 750 2500
31 Outubro 2016

O Dia Mundial da Poupança foi criado com o objetivo de alertar os consumidores para a necessidade de disciplinar os seus gastos e de amealhar alguma liquidez, de forma a evitar situações de sobre-endividamento. A ideia surgiu em outubro de 1924, no decurso do primeiro Congresso Internacional de Economia, realizado em Milão.
Anualmente, a 31 de outubro, o Dia Mundial da Poupança é celebrado. O lema para o ano 2016 é “AGARRANDO O SEU FUTURO FINANCEIRO”.
Como vamos falar de poupança em tempo de crise?
O CIAC desde 2002 até outubro de 2016, atendeu mais de 6.000 casos de endividamento e de sobre-endividamento, tendo encaminhado alguns casos para as entidades com “observatório” nestas matérias e trabalhando com as instituições em matérias de formação e sensibilização na gestão do orçamento familiar.
A Associação de Defesa do Consumidor DECO recebeu, até outubro de 2015, 26.035 processos de famílias sobre endividadas.
Ao longo dos tempos, os estudos têm vindo a mostrar, que é em períodos de crise que se registam índices de poupança, nos quais as empresas e as famílias fazem esforços para reduzir custos e conseguir poupar, para assegurar o bem-estar, a educação e a saúde.
Existem cada vez mais ferramentas para auxiliar e facilitar na poupança e na gestão do nosso orçamento, bem como técnicas fornecidas por bancos e economistas. Na internet encontramos vários “sites” destinados à poupança e, ainda aplicações financeiras gratuitas que podem ser instaladas no smartphone.
Face aos comportamentos dos consumidores no crédito para o consumo e aos resultados obtidos no Banco de Portugal em matéria de incumprimento e de sobre-endividamento, esta entidade reguladora iniciou em 2008 o inquérito à literacia financeira da população portuguesa, data esta em que ao Banco de Portugal foram atribuídas funções específicas de supervisão da conduta em mercado das instituições de crédito.
A definição de literacia financeira mais citada a nível internacional é a que foi introduzida por Schagen*. São de referir:

1- Capacidade de leitura, análise, gestão e comunicação dos diversos problemas financeiros que se colocam diariamente ao nível do bem-estar material dos cidadãos. Inclui a aptidão para discernir sobre as diversas escolhas financeiras, discutir assuntos financeiros sem qualquer desconforto, planear o futuro em termos financeiros, ou ainda responder competentemente a eventos que ocorrem no quotidiano e que afetam as decisões financeiras.

2- Compreensão sobre os princípios de mercado, instrumentos, organizações e regulação.

3- Competência e aptidão, para utilizar os conhecimentos adquiridos na área financeira.

4- Capacidade de avaliar novos e complexos instrumentos financeiros e tomar decisões informadas relativamente à seleção e utilização desses instrumentos de modo a melhor satisfazer objetivos de longo prazo.

5- Conhecimento e compreensão dos conceitos financeiros e competências, motivação e confiança para aplicar esses conhecimentos, com o objetivo de tomar decisões concretas em vários contextos financeiros e melhorar o bem-estar financeiro de indivíduos e da sociedade.

Os objetivos do inquérito foram:
• Avaliar o grau de inclusão financeira - Aferir o nível de inclusão da população no sistema bancário, as razões pelas quais indivíduos não têm conta bancária a posse de outros produtos financeiros e, a frequência com que movimentam a conta.
• Caraterização dos hábitos de gestão da conta bancária - Averiguar a frequência e a forma de controlo dos movimentos e do saldo da conta bancária (utilização de cartões multibanco e de homebanking, leitura dos extratos de conta). Conhecimento dos clientes sobre o custo de manutenção de conta bancária e as razões da escolha do banco.
• Avaliação da capacidade de planeamento de despesas e poupança - Conhecer a frequência e importância atribuídas ao planeamento de despesas, bem como os hábitos de poupança e as suas finalidades.
• Caracterização dos produtos financeiros detidos pelas famílias e do processo de escolha dos principais produtos bancários - Identificar os produtos financeiros detidos pelas famílias, como depósitos a prazo e outros produtos de poupança, crédito à habitação, crédito ao consumo e cartões de crédito, assim como a forma de escolha dos produtos bancários, nomeadamente, os critérios utilizados na avaliação dos produtos, o conhecimento das suas características e a leitura da informação pré contratual e contratual.
• Conhecimento das fontes de informação e das formas de obter ajuda. Averiguar a informação que a população gostaria de obter sobre produtos bancários e através de que meios, assi como o conhecimento sobre os meios a que a população recorre ou recorreria para obter ajuda em caso de desacordo com a instituição de crédito ou de não conseguir fazer face aos encargos dos empréstimos.
• Avaliação da compreensão financeira. Testar os conhecimentos da população sobre alguns conceitos financeiros.
Não obstante o inquérito realçar importantes assimetrias nos níveis de literacia financeira de diferentes grupos populacionais, os resultados do mesmo sugerem que os portugueses, em geral, têm atitudes positivas, ainda que a essas atitudes nem sempre correspondem comportamentos financeiros adequados.

O Inquérito pode ser consultado na página do Banco de Portugal, em https://www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/Cooperacaoinstitucional/ConselhoNacionalSupervisoresFinanceiros
O CIAC informa ainda, que no passado dia 14 de outubro, assinalou-se o “DIA DAS COMPRAS PELA NET”, uma matéria que grande importância para os consumidores e profissionais, que realizam as suas compras e vendas à distância.
No dia 2 de novembro de 2016, o Conselho Nacional de Supervisores Financeiros e os parceiros do Plano Nacional de Formação Financeira, levam à prática iniciativas para assinalar o dia da formação financeira.

*Schagen,S.(1997).The3 evaluation of Natwest face 2 Face with Finance, National Foundation for Educational Research.

GAM/CIAC
Câmara Municipal do Barreiro
Rua Miguel Bombarda – Paços do Concelho
2830-355 BARREIRO
Telefone: 212068052
E-mail: CIAC@cm-barreiro.pt

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze