Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Barreiro investe na desmaterialização da entrega de processos urbanísticos

Desmaterializacao 1 1024 2500
2020/01/09

Rapidez, simplificação e transparência para que a oportunidade de investimento não se perca

A partir do dia 10 de janeiro, munícipes, requerentes e projetistas podem dirigir-se a um dos balcões únicos do Concelho apenas com uma pen, que concentra em formato digital resmas de papel, relacionado com processos urbanísticos, que até então tinha de dar entrada nos serviços. Um processo moroso, complexo, pouco amigo do ambiente e do investimento na cidade, que não se compagina com os atuais desafios e oportunidades que o Barreiro quer agarrar.
“Isso acabou graças a um investimento muito grande feito pela Autarquia, nesta temática, que teve início há mais de um ano a nível interno”, segundo explicou o Vereador responsável pela área do Urbanismo, Rui Braga, na sessão pública de apresentação da solução informática que permite a modernização dos serviços, designada por “ePaper”, no dia 8 de janeiro, no auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro.
Na opinião do autarca “não se trata apenas de uma guerra ao papel, na defesa do que está determinado como uma boa prática ambiental na Autarquia, que também tem de dar o exemplo, mas muito pela capacidade de resposta que a CMB passa a ter para com todos os agentes que formalizam um processo de urbanismo nos nossos serviços”. A capacidade de resposta vai ser “muito mais rápida” e a “capacidade de apreciação mais transparente e eficaz com a introdução destas novas tecnologias”, acrescentou.
A importância da ferramenta foi explicada e destacada por Rui Braga: “é preciso que percebamos a importância deste instrumento para o Concelho, e a importância do porquê de ser mais rápido. O mais rápido é importante face ao assédio, vontade de construir e de investir que temos assistido nos últimos tempos na nossa cidade. É um facto esta vontade, assim como é um facto, a área de lisboa estar esgotada, o que leva à procura de zonas para investir a sul do Tejo”, defendeu.
Razões mais que suficientes para o Barreiro apostar numa maior e mais rápida capacidade de resposta dos serviços aos munícipes, fundamental para que o investimento na cidade do Barreiro não se perca, em várias frentes, seja ao nível da habitação, do comércio ou da instalação de novas empresas. “Este tipo de ferramentas permite-nos analisar e tomar uma decisão num curto espaço de tempo. Não queremos perder nenhum euro de capacidade de reformular o nosso parque urbano, de criar emprego, de termos novas ofertas”, disse.
As novidades neste processo de modernização administrativa não ficam por aqui, com o Município a anunciar que no segundo trimestre de 2020, terá uma plataforma on line onde qualquer processo pode ser instruído em qualquer parte do mundo e ser apreciado pelo técnico responsável com uma resposta muito mais rápida, sem necessidade de o requerente se deslocar ao Balcão Único.

Saiba tudo como entregar processos em: https://www.cm-barreiro.pt/pages/792?news_id=7934 e em https://www.cm-barreiro.pt/pages/1676

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze