Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Construção do serviço de Saneamento de Águas Residuais em fase de conclusão na Penalva | Obras vão beneficiar mais de 700 habitantes

123 1 1024 2500
2019/07/30

Foi executada a rede de saneamento na Penalva Norte (Áreas Urbanas de Génese Ilegal - AUGI 14-I), Penalva Sul (AUGI 14-II), Baixa da Penalva (AUGI 20) e Vila Ribeiro (AUGI 15), com ligação à Estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da Zona Industrial da AutoEuropa, num total de 9,95 km de extensão, no sentido de melhorar a qualidade dos serviços prestados à população, através do aumento do número de alojamentos servidos.
A intervenção consistiu na construção de um conjunto de coletores gravíticos de águas residuais domésticas em PVC, incluindo as respetivas câmaras de visita e ramais domésticos. As obras permitirão a ligação das redes prediais de saneamento de 334 alojamentos, à rede de águas residuais domésticas do subsistema de drenagem do Município do Barreiro que drena para a ETAR da Zona Industrial da AutoEuropa.
Estas intervenções visam apetrechar com saneamento um território com uma população estimada em mais de 700 habitantes, das Áreas Urbanas de Génese Ilegal (AUGI) da Penalva, Freguesia de Santo António da Charneca, Concelho do Barreiro, que não eram servidas por rede de drenagem de águas residuais domésticas e faziam descargas em fossas sépticas, anulando assim o impacto ambiental provocado pelas incorretas descargas sem tratamento adequado.
Conseguir uma otimização e a gestão eficiente dos recursos e infraestruturas existentes, é um dos objetivos, especialmente, neste caso, do sistema de transporte em alta e tratamento de águas residuais, de forma a garantir a sua sustentabilidade, contribuindo para a utilização da sua máxima capacidade, assumindo-se assim como uma medida relevante na preservação do ambiente e desenvolvimento económico e social.

As obras foram concluídas no mês de abril, estando em curso, atualmente, os procedimentos para a receção provisória da obra. Brevemente os munícipes/proprietários das edificações existentes na área abrangida começarão a ser convidados para procederem à ligação à nova rede, que foi executada em coordenação com os mesmos (foram construídas as caixas de ramal nos pontos mais favoráveis para possibilitar as ligações prediais). As ligações serão precedidas de vistoria a realizar pelos serviços municipais às redes prediais para assegurar que serão adequadamente executadas e que fossas existentes serão desativadas.
A obra foi cofinanciada pelo Fundo de Coesão da União Europeia em 85%, do custo total elegível da operação (961.466,67€), ao abrigo do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR) e do Portugal 2020, tendo sido aprovada a candidatura em dezembro de 2016, adjudicada pelo valor de 725.251,67€ + iva e consignada em abril de 2018.

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze