Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Congresso Barreiro 2030 discute Cultura, Desporto e Associativismo | “Serviços Públicos de Água, Saneamento e Resíduos”

Congresso 2030 oficina2  2  1 750 2500
24 Maio 2016

“Serviços Públicos de água, saneamento e resíduos”, na noite de segunda-feira, 23 de maio, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro, foi o tema da segunda das dez oficinas promovidas no âmbito da iniciativa “Congresso Barreiro 2030 – Estratégia e Desenvolvimento”, que tem como base o documento “Estratégia de Desenvolvimento – BARREIRO 2030” – Referencial Estratégico e Modelo de Desenvolvimento Territorial. 

A terceira oficina – com o tema Cultura, Desporto e Associativismo – está agendada para dia 24 de maio, pelas 21h00, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro. 

Na sessão de ontem marcaram presença a Vice-Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), Vereadora responsável pela área das Águas e Resíduos, Sofia Martins, o Vereador com o Planeamento, Ambiente e Mobilidade, Rui Lopo, os chefes de Divisão de Resíduos, Carla Costa, e do Planeamento, Ambiente e Mobilidade, João Paulo Lopes, e a engenheira do Gabinete de Estudos e Projetos (GEP) da CMB, Rita Isidro. A acompanhar os trabalhos estiveram o Presidente da CMB, Carlos Humberto de Carvalho, e a Vereadora com a Gestão e Administração Geral, Sónia Lobo. 

Tratou-se de uma sessão, conforme recordou, Rui Lopo, com uma metodologia “participativa”, “tendo em vista a construção de uma visão estratégica”, “à qual o PDM tentará dar resposta”. 

Com uma “cobertura total do sistema de abastecimento de água”, e com a sustentabilidade social, técnica/económica e ambiental como pilares estratégicos da atuação, o Município, premiado com Selo de Qualidade, da ERSAR, em 2013 e 2014 (em 2015 não foram atribuídos) tem em mãos o desafio, admitiu Sofia Martins, de ir renovando a rede, sublinhando a “excelente qualidade da água para consumo humano e um desempenho acima da média nacional”, a somar às “melhorias significativas no desempenho dos sistemas de abastecimento e drenagem”. 

Também ao nível dos resíduos o Município tem um bom desempenho, com, disse a Vice-Presidente: “100% da rede de recolha, a servir a nossa população toda”. Sendo o Barreiro um dos municípios com mais ecopontos, este tem, de acordo com Sofia Martins, vários projetos que visam recolhas direcionadas e encaminhamentos ambientalmente corretos. 

“Somos o Município do País com mais equipamentos per capita” e um dos que mais recolhe, disse, sobre os óleos alimentares usados. 

“Este é um trabalho que nunca acaba e sempre com oportunidades de melhoria”, sublinhou a engenheira do GEP. 

“Reciclar + Reutilizar = Diminuição de resíduos enviados para aterro; Como?” foi o mote lançado pela Chefe de Divisão Resíduos. 

1. Preservação do ciclo da água – poupando recursos (abastecimento/saneamento); 2. Preservação do ciclo da água – respeitando a natureza (drenagem pluvial); e 3. A preservação da natureza sustentando a cidade (ciclo de resíduos) foram os Casos práticos lançados para a discussão que se seguiu. 

Da sessão ficaram registadas algumas conclusões/ideias de força, orientadoras, nas quais poderá assentar a estratégia: 

Abastecimento de água/saneamento:

- Reutilização de água residual tratada

- Utilização doméstica de água pluvial

- Espaços verdes menos consumidores de água

- Otimizar os sistemas de rega

 

Drenagem Pluvial:

- Apostar na arborização e vegetação autóctone

- Edificar com espaços verdes

- Potenciar os ecossistemas urbanos

- Utilizar calçadas tradicionais desincentivando a permeabilização dos solos

 

Resíduos:

- Apostar em projetos de inclusão social e reutilização de grandes resíduos

- Promover a redução da produção de resíduos

- Incentivar a troca de bens em fim de uso

 

Transversais às 3 áreas:

- Apostar na educação ambiental, na sociedade e nas escolas

- Corresponsabilização ambiental – público/privado, instituições/particulares

- A importância das alterações climáticas

 

 

Próximas Oficinas:

•             Cultura, Desporto e Associativismo – HOJE, 24 maio | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Ambiente e Sustentabilidade - 25 maio | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Modernização Administrativa, Relação com o Munícipe e Participação - 30 maio | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Transportes e Mobilidade Sustentável - 31 maio | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Educação e Formação Integral do Individuo - 2 junho | 21h00 | Auditório Municipal Augusto Cabrita

•             Desenvolvimento Económico: turismo, comércio e empresas - 3 junho | 21h00 | Sala Multiusos da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Inclusão Social e Saúde - 6 junho | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

•             Natureza e Biodiversidade - 7 junho | 21h00 | Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro

 

Fórum Participativo

•             18 junho | 9h30 às 18h00 | Auditório Municipal Augusto Cabrita

 

O documento “Estratégia de Desenvolvimento – BARREIRO 2030” tem vindo a ser elaborado pela equipa técnica do Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano, Lda. (CEDRU) liderada pelo professor Jorge Gaspar, pela CMB (vereadores com pelouro e técnicos), com os contributos do Conselho Estratégico (composto por personalidades do Concelho com reflexão e atividade no quotidiano local, nos mais diferentes sectores de atividades).

 

+INFO/Inscrições: http://www.cm-barreiro.pt/pages/1081/

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze