C.M. Barreiro
Bem-vindo

E-mail do Municipe

Contactos Úteis
Telefone - C. M. Barreiro 212 068 000
E-mail - C. M. Barreiro geral@cm-barreiro.pt






Mapa Interactivo do Concelho do Barreiro

WebPDM

Regulamento da Comissão de Acompanhamento ao processo de Revisão do PDM



VARINO PESTAROLA
Segunda-feira, 30/03/2015 03:15:45
Pesquisa Ok
Home  »  Município  »  História  »  Património Industrial
Caminho de Ferro

Em 1854 foi adjudicado por um grupo de industriais, entre os quais se destacou José Pedro da Costa Coimbra, a construção do Caminho de Ferro do Sul, entre o Barreiro e Vendas Novas e ramal de Setúbal.

O troço foi aberto ao público em 1 de Fevereiro de 1861.

A escolha do Barreiro para terminal ferroviário foi determinada pelas excelentes condições de acessibilidade marítima, a relativa proximidade com o mercado lisboeta e as instituições comerciais, financeiras e políticas da capital.

Os antigos itinerários medievais, terrestres e marítimos que ligavam o Sul do País a Lisboa, perderam importância face à revolução provocada pela introdução do transporte ferroviário. O Barreiro torna-se então, o nó estratégico na ligação Norte/Sul.

Com a instalação deste novo meio de transporte inicia-se no Barreiro, um processo histórico que marcou indelevelmente o tecido social, económico e urbanístico da antiga vila de pescadores e moleiros, dando origem a uma “moderna vila industrial e operária”.

Os vestígios desse passado de arqueologia industrial, materializados na primitiva estação ferroviária do Barreiro, actuais Oficinas da EMEF (1861), na Estação Sul e Sueste (1884), na “Cocheira” ou Rotunda das Máquinas, nos troços e ramais ferroviários, material circulante, gruas de estação, depósitos de água, armazéns e outras instalações, constituem elementos de valor histórico e técnico, dignos de serem conservados como conjuntos de interesse patrimonial e cultural, portadores de grande carga histórica.


Voltar | Enviar Link | Imprimir | Topo
Newsletter
Deixe o seu e-mail
Ok

BARREIRO | INFORMAÇÃO MUNICIPAL | MARÇO 2015 | Publicação da CMB: Atividade Portuária, páginas 7, 8 e 9; Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes, página 5; Inauguração da Casa-Mãe do VI Festival Encontros, página 13. Veja aqui.

Leia AQUI a carta que o Presidente da Câmara dirigiu aos Munícipes do Concelho do Barreiro



Ligue-se a partir daqui ao Site deste PROJETO

SÍTIO OFICIAL DO OBSERVATÓRIO DA ÁGUA

Promotor - AMRS Em representação das Câmaras Municipais de Alcochete - Barreiro - Moita - Montijo - Palmela - Sesimbra - Setúbal Parceiros AERSET POS_Conhecimento D ]
Copyright © 2015 C. M. do Barreiro. Todos os direitos reservados.