Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Proto-Indústria

Durante o século XVIII, o surgimento da proto-indústria é caracterizado pela existência de indústrias primitivas, de carácter artesanal, que podem ser descritas como indústrias manufatureiras.

Disso são exemplo os seguintes casos:

Moinhos de Maré 

A orla ribeirinha do Concelho do Barreiro foi desde a Idade Média privilegiada, pela edificação de engenhos moageiros, numa primeira fase hidráulicos – o moinho de maré mais antigo data do séc. XV, e posteriormente eólicos, desde o séc. XIX.

Desde finais do século XV que a presença de moinhos de maré está assinalada ao longo de todo o Concelho. Há conhecimento de terem existido 12 moinhos desde o Lavradio a Coina. Os moinhos de vento são mais tardios – séculos XVIII e XIX e são considerados um ex-líbris do Barreiro.

 

Moinho de Maré do Braamcamp

imagem


Edificado no século XVIII nos terrenos da Quinta do Braamcamp, possuía dez pares de mós.
Localização: Bico do Mexilhoeiro, Barreiro

Moinho de Maré de Coina

imagem
Edificado nos séculos XV / XVI, possui cinco engenhos de moagem.
Localização: Coina

Moinho de Maré do Duque

imagem
Construído provavelmente no século XVII, tinha seis casas de mós, casa de moleiro e barco para o transporte das farinhas e cereais.
Pertence atualmente à Bensaúde SA.
Localização: Azinheira Velha – Santo André

Moinho de Maré Grande

imagem

Edificado no século XVII, possuía sete casais de mós.
Localização: Alburrica – Barreiro

Moinho de Maré de Palhais

imagem

Edificado no século XV, possuía seis casais de mós e casa para o moleiro.
Localização: Santo André

Moinho de Maré Pequeno

 

imagem

 

Construído no século XVII, possuía três casais de mós.

Localização: Largo do Moinho Pequeno – Barreiro

 

Moinhos de Vento 

Moinhos de Vento de Alburrica

imagem

Em 1852, foram edificados em Alburrica três Moinhos de Vento. O maior ou Gigante, o central ou Poente e o último, o Nascente.

Os Moinhos Nascente e Poente de tipologia comum, possuem torre cilíndrica de dois pisos, cobertura móvel e duas mós. São desativados em 1950 e adquiridos pela Câmara Municipal em 1973. O Moinho Poente ostenta um registo votivo em azulejo dedicado a Nª Sª do Rosário.

O Moinho Gigante de tipologia holandesa foi desativado em 1919 sendo habitado por pescadores até 1998 quando passa a Património Municipal.

Localização: Alburrica, Barreiro

Moinho de Vento do JIM

imagem

Mandado edificar em 1827 pelo britânico James Hartley, conhecido por “Jim”, funcionou até ao final do séc. XIX, sendo em 1926 adaptado para habitação.

Em 1960 passa a Património Municipal.

Moinho de arquitetura Proto – Industrial, com estrutura em forma de cone truncado, torre de três pisos, cobertura giratória e duas mós. O sistema de velas original era de tecnologia holandesa - velas de madeira retangulares com uma envergadura de 13 metros.

Localização: Av. Bento Gonçalves, Barreiro

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze