Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Coretos

Os Coretos são imóveis de reconhecido interesse cultural, geralmente associados às Coletividades e simbolizam espaços de festa e recreio popular, sobretudo porque era no seu interior que tocavam as Bandas Filarmónicas.

Atualmente existem dois no concelho:

imagem

- Coreto de Santo António da Charneca

- Foi inaugurado em 1933 destinado a servir de palco aos concertos da Filarmónica da SFUA. Trata-se de uma estrutura em ferro, assente em base de alvenaria. A cobertura em planta hexagonal, é formada por folhas metálicas coloridas, que entre si criam ângulos de arestas vivas, rematadas por uma cercadura em platibanda com elementos decorativos onde se destacam as liras. Uma harpa com cata-vento em ferraria, encontra-se no coroamento da cobertura, que é suportada por seis colunas verticais.

A base acompanha a forma da cobertura, apresentando liras em relevo flanqueadas por pequenas barras de cores diferentes e no topo, um varandim em ferro. O acesso é feito por escadaria de dois lances em oposição com gradeamento.

- Coreto do Jardim dos Franceses

- Foi inaugurado pela Banda Filarmónica dos «Franceses», numa época em que existiam 5 filarmónicas no Barreiro. Construído pela Câmara Municipal em 1922, com aproveitamento das colunas de antigos candeeiros de iluminação pública.

Trata-se de uma estrutura em ferro, assente em base de alvenaria de forma octogonal. Cobertura de tipo piramidal, acompanha a forma da base, e é composta por folhas metálicas sobrepostas, que lhe conferem um efeito decorativo, terminando numa aplicação em platibanda, de forma denticulada. O topo é coroado por um elemento em ferraria, com a forma de uma lira estilizada.

A decoração da base é muito singela: almofadas em relevo e rodapé da mesma cor. Num dos panos abre-se uma escadaria em leque que dá acesso ao palco. Este é decorado a toda a volta, por varandim gradeamento de ferro de forma rendilhada.
O Jardim Público onde o Coreto está implantado, foi construído na mesma época do Coreto e ampliado entre 1930/34 (após o levantamento do antigo Cemitério do Largo Luís de Camões em 1927, situado nos terrenos anexos à extinta Igreja de S. Francisco).

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze