Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Parque da Cidade

Parque da cidade 1 750 2500

Em 1927, propriedade dos Condes de Castelo Melhor, a Quinta da Maceda é vendida, para nos seus terrenos ser instalada uma corticeira - a antiga fábrica de cortiça Granadeiro, uma das maiores e mais bem equipadas do Barreiro nos anos 30/40.

Do complexo industrial composto entre outros, por armazéns para escolha, embalagem, depósito de fabrico, caldeiras de cozer cortiça e logradouros, apenas se conservaram a chaminé de tijolo refractário e o Refeitório, actual Edifício Américo Marinho, um pólo cultural do Concelho que acolhe um Centro de Artes Plásticas, um Centro de Novas Tecnologias, uma sala polivalente e o sector das Artes da C.M.B.

O espaço é comprado pelo Município em 1985 e destinado ao Parque Municipal, inaugurado em 2000. O Parque constitui um espaço privilegiado para o Lazer e prática de Desportos. Possui uma zona de merendas, 4 campos de ténis, 2 lagos ligados por uma cascata, parque infantil, relvados para desporto, pistas para skate e para bicicletas todo-o-terreno, parede de escalada, locais para a prática de jogos tradicionais e uma zona de xadrez exterior. Cafetaria com esplanada e três parques de estacionamento que dão apoio aos utentes do parque.

Inaugurado em Novembro de 2003, o Auditório Municipal Augusto Cabrita é a mais recente oferta cultural do Parque da Cidade e do Concelho do Barreiro. Este espaço multifuncional inclui uma sala de espectáculos com capacidade para 500 lugares, adequado à realização de espectáculos, exposições temporárias, congressos, sessões de cinema, espectáculos teatrais, de dança musicais e outros actos de exibição, representação ou performance e ainda espaços de galeria.

Localização: Porta de Stº. André Av. da Escola de Fuzileiros Navais-Casquilhos

 

Outros Jardins e Espaços Verdes

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze