Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Ondas de calor

O que fazer em caso de… ondas de calor

Correspondem a um período de alguns dias da época estival, com temperaturas máximas superiores à média usual para a época do ano. As Ondas de Calor têm um grande impacto na saúde humana e também contribuem para a criação de condições propícias à propagação de incêndios florestais.

Grupos de pessoas mais vulneráveis:

  • Crianças nos primeiros anos de vida;
  • Pessoas idosas e/ou com doenças crónicas − cardiovasculares, respiratórias, renais, diabetes, alcoolismo, etc.;
  • Pessoas acamadas;
  • Pessoas que tomam medicamentos anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, antidepressivos, neurolépticos, etc.;
  • Pessoas com problemas de saúde mental;
  • Pessoas obesas;
  • Trabalhadores manuais muito expostos ao calor;
  • Pessoas que vivem em casas com más condições.

Consequências de uma onda de calor

  • Esgotamento devido ao calor, situação originada pela perda excessiva de líquidos e sal através da transpiração. Os sinais e sintomas mais frequentes são: forte transpiração, palidez, cãibras musculares, cansaço e fraqueza, dor de cabeça, náuseas (enjoos), vómitos, desmaio, pele fria e húmida, pulso fraco e rápido, e respiração rápida e superficial.
  • Golpes de Calor, ocorrem quando o corpo não consegue controlar a sua própria temperatura. Os mecanismos da transpiração falham e a temperatura corporal sobe rapidamente, podendo atingir os 39ºC em 10-15 minutos. Esta situação pode causar a morte ou uma deficiência crónica de alguns aparelhos e sistemas se não for prestado tratamento atempado. Os sinais e sintomas mais frequentes são: pele vermelha, quente e seca, sem transpiração/suor, febre alta, pulso rápido e forte, dor de cabeça, tonturas, náuseas (enjoos), confusão mental e perda de consciência.

Prevenir os efeitos de uma onda de calor:

  • Aumente o consumo de água ou sumos de fruta natural sem açúcar, mesmo sem ter sede. Evite bebidas alcoólicas, gaseificadas ou com cafeína porque podem provocar desidratação;
  • Se sofre de doença crónica, ou se faz dieta com pouco sal, ou com restrição de líquidos, deve aconselhar-se com o médico;
  • Faça refeições leves e mais frequentes, evitando refeições pesadas e muito condimentadas.
  • Permaneça em ambiente fresco, ou com ar condicionado, para evitar as consequências nefastas do calor. Se não dispuser de ambiente climatizado visite centros comerciais, cinemas, museus ou outros locais que disponham de ar condicionado. Deve evitar-se as mudanças bruscas de temperatura.
  • Evite a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 16 horas. Use óculos e chapéu, de preferência de abas largas, sempre que se passear ao ar livre e vista roupa larga e solta, de preferência em algodão e com cores claras.
  • Evite atividades que exijam esforço físico.

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze