Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Diagnóstico

Tendo como ponto de partida o exercício de caraterização e diagnóstico, elaborado com base no modelo de desenvolvimento preconizado, analisando em particular os principais fatores caraterizadores do Concelho em 2014, identificaram-se e sistematizaram-se, a partir da leitura realizada em cada dimensão, domínios e respetivos drivers, os aspetos que constituem as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças associadas ao território, por intermédio de uma matriz de análise (SWOT) que permitirá a construção do referencial estratégico para o seu desenvolvimento no horizonte temporal 2030 bem como do programa de ações que o deverá consubstanciar.

 

Na dimensão do Desenvolvimento Económico do Barreiro

PONTOS FORTES

 

PONTOS FRACOS

- Apetência para a instalação de atividades portuárias e logísticas

- Disponibilidade imediata de espaços de acolhimento para investimentos estratégicos e estruturantes

- Oferta educativa em todos os níveis de ensino, com destaque para a existência de ensino universitário

- Melhoria dos níveis de qualificação da população e redução da taxa de abandono escolar concelhia

- População jovem com um bom nível de qualificação

- Tendência para a concentração da população ativa no setor terciário

 

- Declínio da atividade do setor industrial, historicamente importante no Concelho

- Elevada fragmentação do tecido empresarial local que se encontra fragilizado e com baixa capacidade de investimento

- Dinâmica de encerramento de empresas com impacto no número de desempregados

- Dependência da capacidade das empresas exportadoras do Concelho

- Reduzida presença de empresas intensivas em conhecimento tecnológico

- Taxa de abandono escolar ainda elevada em algumas freguesias

- Diminuição acentuada no número de inscritos na Escola Superior de Tecnologia do Barreiro

 

 

 

OPORTUNIDADES

 

AMEAÇAS

- Localização geoestratégica, designadamente no posicionamento na AML

- Importância do legado industrial e a possibilidade de regeneração territorial para atração e fixação de novas atividades e funções económicas

- Disponibilidade da Baía do Tejo para local de estabelecimento de novas atividades e funções urbanas

- Acréscimo das exportações das empresas do Concelho, especialmente no contexto da AML

- Reconfiguração do sistema logístico na AML, em favor da Península de Setúbal, beneficiando o eixo Coina-Penalva

- Reaproveitamento de património industrial e ferroviário com especificidades únicas no País e em bom estado de preservação

- Melhoria das qualificações da população, que se traduz numa maior capacitação da mão-de-obra disponível

- Relacionamento entre o tecido empresarial local e os estabelecimentos de ensino, públicos e privados, desde o 3º ciclo, destacando-se a Escola Superior de Tecnologia do Barreiro

- Potencial endógeno para a atividade turística ligada ao Estuário do Tejo, bem como ao património industrial e ferroviário

 

- Agravamento do contexto social e económico global, com reflexos no aumento do desemprego

- Baixo investimento das empresas do Concelho em atividades de I&D

- Desaproveitamento de potenciais valores culturais e ambientais

 

Na dimensão do Desenvolvimento Social do Barreiro

 

PONTOS FORTES

 

PONTOS FRACOS

- Densidade populacional elevada

- Equipamentos desportivos do Concelho de tipologia diversificada

- Rede de cuidados de saúde composta por cuidados primários e cuidados diferenciados

- Coexistência de coletividades atuantes em vários domínios com distribuição homogénea pelo Concelho

- Presença de associações de imigrantes que promovem a integração social destes grupos

- Surgimento de novos grupos de idosos funcionalmente mais capazes

- Melhoria do estado de conservação do parque edificado concelhio

 

- Decréscimo populacional ao longo das últimas décadas, ainda que tenha estabilizado no último período intercensitário

- Envelhecimento populacional acentuado

- Distribuição desequilibrada da população residente pelas várias freguesias

- Estrutura etária intraconcelhia bastante heterogénea

- Elevada heterogeneidade dos grupos desfavorecidos

- Concentração de equipamentos em algumas freguesias

- Variação díspar do número de alojamentos familiares clássicos de freguesia para freguesia

- Existência de tipologias urbanas com uma matriz complexa de problemáticas

 

 

 

OPORTUNIDADES

 

AMEAÇAS

- Importância do associativismo e coletivismo local na esfera social concelhia e em vários domínios socialmente relevantes

 

- Aumento do número de desempregados de longa duração

- Aumento do número de beneficiários do RSI

- Aumento do número de pedidos de habitação social

- Desequilíbrios à escala da freguesia no rácio de crianças por creche

- Instabilidade social como consequência da falta de oportunidades e do prolongamento da crise económica

- Idade avançada do tecido edificado, o que pode resultar numa deterioração acentuada do estado de conservação

 

Na dimensão do Desenvolvimento Ambiental do Barreiro

 

PONTOS FORTES

 

PONTOS FRACOS

- Povoamento concentrado

- Boa qualidade da água para utilização e consumo humano

- Recuperação de espaços verdes com reflexos na melhoria da qualidade ambiental

- Diversificado mosaico de espaços verdes urbanos com diferentes caraterísticas ecológicas e tipológicas

- Mobilidade, cobertura territorial e conjunto de ligações proporcionadas pelos diversos modos de transporte coletivo, com forte tradição nos hábitos de utilização concelhios

- Melhorias significativas das acessibilidades rodoviárias

- Elevado potencial ciclável

- Integração na principal ligação fluvial do sistema fluvial metropolitano da AML

- Movimentos pendulares diários maioritariamente realizados com recurso a modos de transporte mais sustentáveis (Transportes Coletivos + A pé)

- Extensão ribeirinha do Barreiro, acolhedora de pessoas e de atividades e com relevante potencial económico, social e ambiental

- Estrutura Ecológica Municipal, com espaços de grande valor paisagístico e ambiental

 

 

 

 

 

- Rede de percursos cicláveis com reduzida expressão territorial e descontínua

- Aumento da utilização do automóvel como meio de transporte para os movimentos pendulares

- Inserção concelhia num território em que o risco de ocorrência de fenómenos ambientais e tecnológicos de potencial destrutivo é elevado

- 26 AUGI, com maior incidência no Sul do Concelho

- Diminuição da superfície agrícola concelhia

- Mau estado de conservação das infraestruturas de águas e saneamento, o que se traduz num mau desempenho e na necessidade de intervenções urgentes de reabilitação

 

 

 

OPORTUNIDADES

 

AMEAÇAS

- Aposta em espaços de recreio e lazer enquanto forma de valorização territorial e requalificação ambiental

- Ganho previsível de importância dos espaços verdes urbanos, sustentáveis, de proximidade

- Espaços de elevado valor ecológico com potencial multifuncional

- Promoção da requalificação das áreas urbanas, beneficiando da proximidade das frentes ribeirinhas

- Aumento da quota do transporte público e dos modos suaves nas deslocações urbanas quotidianas

 

- Peso considerável do CO2 no total de emissões poluentes

- Redução no número de passageiros transportados pelos TCB

- Crescente importância do automóvel nas deslocações urbanas

- Rede de abastecimento de água envelhecida e suscetível a roturas

- Aumento do consumo de energia elétrica no setor público

- Subida do nível médio da água do mar

- Existência de um território industrial degradado de grandes dimensões face à escala do Concelho, contaminado e cuja gestão não é de responsabilidade municipal

 

Na dimensão do Desenvolvimento Cultural do Barreiro

PONTOS FORTES

 

PONTOS FRACOS

- Disponibilidade de equipamentos culturais com níveis de atração supramunicipais

- Equipamentos desportivos de tipologia diversificada

- Coletividades atuantes em vários domínios com distribuição homogénea pelo Concelho

 

- Concentração de equipamentos em algumas freguesias

- Perda de dinamismo do associativismo local

 

 

 

OPORTUNIDADES

 

AMEAÇAS

- Reaproveitamento de património industrial e ferroviário com especificidades únicas no País e em bom estado de preservação

- Potencial endógeno para a atividade turística ligada ao Estuário do Tejo, bem como ao património industrial e ferroviário

 

- Desaproveitamento de potenciais valores culturais e ambientais

 

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze