Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Dia da Cidade 2017 | Personalidades e entidades do Concelho homenageadas no “Barreiro Reconhecido”

Dsc 5475 1 1024 2500

O Barreiro comemorou, a 28 de junho, o 33º aniversário de elevação a Cidade. Hastear das Bandeiras, nos Paços do Concelho, a Cerimónia “Barreiro Reconhecido”, e o Concerto com a Banda da Armada, no Parque da Cidade, foram os momentos altos das comemorações.
“Hoje é dia de valorizarmos a nossa história e a nossa identidade”, referiu o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, no Hastear das Bandeiras, salientando que o “Barreiro é aquilo que o povo desejar”. Carlos Humberto de Carvalho considera que “o povo é quem mais ordena, não apenas nos atos eleitorais, mas “também no quotidiano da nossa vida” e salientou que os órgãos autárquicos têm como função servir a população.
O Hastear das Bandeiras contou com a participação das Fanfarras dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste e dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública e a atuação da Escola de Jazz do Barreiro, com Ana Mendes e Luís Barrigas.

hastearhastear 3hastear 1

Barreiro Reconhecido


Na Cerimónia Barreiro Reconhecido, foram homenageadas entidades e individualidades com percursos relevantes e de grande impacto na vida e projeção da comunidade. Este ano, os homenageados com Galardão Barreiro Reconhecido foram:
- CULTURA, DESPORTO, EDUCAÇÃO E CIÊNCIA – Paulo Fonseca

Paulo Fonseca (recebeu o Galardão Fernanda Fonseca Letras, irmã do homenageado)


- ASSOCIATIVISMO, INTERVENÇÃO SOCIAL E MULTICULTURALIDADE – Sociedade Filarmónica Agrícola Lavradiense

Sociedade Filarmónica Agrícola Lavradiense (receberam o Galardão Lurdes Sales, Presidente da Direção, os presidentes dos órgãos sociais e um representante de cada modalidade)
- LUTA PELA LIBERDADE, DEMOCRACIA E CIDADANIA – Armando Teixeira

armando teixeira
- TRABALHO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO – Baía do Tejo e Octávio Ribeiro

Baía do Tejo (recebeu o Galardão o Conselho de Administração)Octávio Ribeiro (recebeu o Galardão Tomás Ribeiro, filho de Octávio Ribeiro)
Na Cerimónia Barreiro Reconhecido foram também entregues as Medalhas de Bons Serviços e Dedicação aos Bombeiros que completaram 40 anos de serviço, nas corporações do Barreiro. Os Bombeiros Voluntários homenageados, pertencentes à Corporação Sul e Sueste do Barreiro, são:
Caetano José de Sousa Beja – 2º Comandante

caetano
Luís José Silva Costa Alferes – Subchefe

luis alferes
Luís Filipe Nunes – Subchefe

luis nunesDSC_5762
Carlos Humberto de Carvalho, na Cerimónia, agradeceu aos homenageados “em nome do Barreiro, o contributo que nos têm dado. O Barreiro continua a necessitar de vós! O Barreiro continua a necessitar de todos nós!”.
Na sua intervenção, salientou que “o Barreiro tem estratégia! Tem projetos! Propõe, dialoga, combate, luta e constrói caminhos para os alcançar. É assim que fazemos todos os dias para que se concretizem os projetos necessários ao desenvolvimento da nossa terra, da nossa região, do nosso País. “Queremos que o Barreiro seja uma área central da região metropolitana de Lisboa e do Arco Ribeirinho Sul. Um território próspero, eficiente, inclusivo, sustentável e social, económica e ambientalmente resiliente”.
O Autarca falou sobre projetos e ações como a ampliação da atividade portuária no Barreiro com a construção do Terminal Multimodal de Contentores, do Porto de Lisboa no Barreiro, na localização proposta pela Câmara; a construção da Terceira Travessia do Tejo com funções Rodoferroviárias; as novas ligações viárias transversais a outros concelhos da Península de Setúbal (exemplo: ponte rodoviária e a ponte pedonal e ciclável Barreiro-Seixal); o aproveitamento do potencial económico, o tratamento ambiental, a requalificação, a preservação do património construído e de memórias, a ampliação do centro da cidade, a abertura e integração no Concelho dos territórios da antiga CUF/Quimigal e dos territórios ferroviários; a consolidação, dinamização, reforço e alargamento do centro e do comércio local do Concelho; a dinamização económica e o reforço de infraestruturas de mobilidade na zona de Coina, evoluindo para uma centralidade sub-regional; qualidade da vida urbana e dos serviços públicos dos quais destacou a saúde, a educação, a mobilidade, a segurança das populações; intensa, diversificada e criativa atividade cultural, desportiva, associativa, lúdica e de intervenção social, entre outros.
Os 80 anos do abastecimento público de água no Barreiro e os 60 anos dos TCB foram temas também abordados por Carlos Humberto de Carvalho que destacou ainda a importância do Tejo e do Coina como “elementos marcantes e estratégicos da nossa vida coletiva” e da Mata da Machada como “suporte económico, de desenvolvimento. É um importante pulmão do nosso concelho e mesmo da região. O Tejo, o Coina e a Mata da Machada vão influenciar de forma marcante o nosso futuro”.


“Quero agradecer ao povo do Barreiro ter-me dado a honra de o representar, de trabalhar em seu nome”
“’Há dias que marcam a alma e a vida da gente’. Hoje será a minha última intervenção pública como Presidente da Câmara, num Dia da Cidade. O Povo é quem mais ordena! Foi e é um lema, um conceito que me acompanha na presidência da Câmara Municipal do Barreiro e na vida. Quero agradecer ao povo do Barreiro ter-me dado a honra de o representar, de trabalhar em seu nome. De trabalhar em prol do nosso Barreiro e de toda a sua população”, referiu Carlos Humberto de Carvalho, salientando que, “no Barreiro em cada esquina encontrei um amigo. Muito fizemos! Muito ficou por fazer! Com certeza que os que virão a seguir o concretizarão. Irão mais longe. Agradeço a todos os que comigo trabalharam, aos que me apoiaram, mas também aos que me criticaram, aos que foram eleitos comigo na CDU, mas também aos que foram eleitos por outras forças políticas. Agradeço aos Vereadores, aos Presidentes de Junta, aos Eleitos de todos os Órgãos Autárquicos. Aos trabalhadores das autarquias do Concelho, o meu especial, grande e sincero agradecimento.
Finalmente, agradeço a todos vós, ao povo do Barreiro, porque são a razão da existência do Poder Local. Porque são a razão destes 12 anos como Presidente da Câmara Municipal do Barreiro. Muito obrigado!
“’Há gente que fica na história, na história da gente. Todos os que comigo construíram Barreiro, é gente que fica na minha história! Ao Barreiro desejo transmitir que foi para mim uma suprema honra, uma experiência única estar ao seu serviço do nosso povo. A todos deixo um forte abraço com a convicção de que continuaremos a sentir a maior satisfação por sermos desta terra, o Barreiro. O Barreiro está no meu presente e continuará no meu futuro”.
O Autarca terminou a sua intervenção, referindo que “que já tenho imensas saudades. Imensas saudades não do passado. Saudade do futuro do Barreiro que temos vindo e vamos continuar a construir”.

barreiro reconhecido 1


Atribuição de medalhas de antiguidade aos trabalhadores e convívio
Na véspera do Dia da Cidade, realizou-se a tradicional Cerimónia de entrega de medalhas de antiguidade aos trabalhadores das Autarquias – Município e Uniões/Junta – do Barreiro e dos TCB.
No Auditório Municipal Augusto Cabrita foram homenageados trabalhadores com 45, 35, 25 e 15 anos de serviço, após o que se seguiu um, também, já, habitual convívio de trabalhadores e executivo, animado pelo grupo “Play For You”.
“O desenvolvimento de localidades, terras, cidades, do Poder Local… o Serviço Público só se concretiza se contar com os trabalhadores, se os respeitar e respeitar os seus direitos, se considerar que são indispensáveis para prestar um bom serviço às populações”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), antes da entrega das medalhas de antiguidade, agradecendo “sentidamente” o esforço dos trabalhadores mesmo em contextos difíceis.
“Este será o último Dia da Cidade que comemoro convosco como Presidente da Câmara”. Com esta frase, Carlos Humberto de Carvalho começou a sua intervenção no convívio indiciando palavras comovidas já que se encontra no seu terceiro mandato à frente da Autarquia: “Amigos, iniciou-se a hora das despedidas”, disse, numa altura com grande significado para os barreirenses, que adotaram o Dia da Cidade como seu Feriado Municipal.
O Presidente foi surpreendido com a projeção com um “apanhado” de imagens que recordaram alguns dos momentos significativos dos últimos 12 anos, ao som de António Gedeão e da “sua” “Pedra Filosofal”. Também a Vereadora Regina Janeiro foi chamada para receber flores já que, também ela, não continuará no Município do Barreiro.
Ainda durante o convívio de trabalhadores realizou-se a Entrega dos Troféus do Torneio de Futsal “Pela Água”, competição de “cariz” interno, disputada no Polidesportivo do FC Beira Mar, e que, este ano, na sua 11ª edição, contou com nove equipas – sete masculinas e duas femininas. Trata-se de uma iniciativa, tradicionalmente, de convívio, participantes/participantes e participantes/assistência – colegas, familiares, amigos, adeptos, entre outros –, que, habitualmente, preenche as bancadas do Polidesportivo e proporciona múltiplos momentos de animação, alegria e bom desempenho desportivo.

entre medalhas trabalhadoresentrega de medalhas trabalhadores

Veja AQUI as Biografias dos Homenageados

 

Veja AQUI a intervenção do Presidente da Câmara Municipal do Barreiro na Cerimónia Barreiro Reconhecido.

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze