Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas | No âmbito do Projeto Climadapt.Local

Climadapt. local  logo 1 1024 2500

AQUI PARA CONSULTA | O Projeto Climadapt.Local, fundamental para a concretização da “Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas para o Barreiro”, com o objetivo de apresentar as opções de adaptação às alterações climáticas, identificadas e selecionadas, para o Município, que incorporou duas fases preambulares de categorização – a das “vulnerabilidades climáticas atuais” e o estudo das “vulnerabilidades climáticas futuras” baseadas nas projeções até ao final do século XXI –, encontra-se disponível para consulta.

Este documento em consulta pública, enquanto estratégia municipal, viabilizará o ajuste dos sistemas naturais ou humanos, em resposta a estímulos climáticos (observados ou projetados) com o objetivo de aumentar a resiliência desses sistemas, criará resposta à variabilidade climática natural e à alteração climática antropogénica e combinará uma resposta política transversal a todos os sectores socioeconómicos, que requer uma abordagem integrada. 

O projeto ClimAdaPT.Local teve como objetivo iniciar em Portugal um processo contínuo de elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal. Pretendeu-se alcançar este objetivo pela capacitação do corpo técnico municipal, pela consciencialização dos atores locais e pelo desenvolvimento de ferramentas e produtos que facilitem a elaboração e implementação das EMAAC nos municípios participantes e, no futuro, nos demais. 

O projeto visou, ainda, criar uma Rede de Municípios de Adaptação Local às Alterações Climáticas em Portugal que constitua um fórum permanente de reflexão e dinamização das políticas públicas locais no domínio da adaptação. 

O Barreiro procurando estar na vanguarda da reflexão sobre o problema, com impactos à escala local e global, foi um dos beneficiários pioneiros do projeto, integrando-se, assim, num grupo dos 26 municípios selecionados. 

O projeto está integrado no Programa AdaPT, gerido pela Agência Portuguesa do Ambiente, IP (APA, IP), enquanto gestora do Fundo Português de Carbono (FPC), no valor total de 1,5 milhões de euros cofinanciado a 85% pelo EEA Grants e a 15% pelo FPC. O projeto beneficia de um apoio de 1,270 milhões de euros da Islândia, Liechtenstein e Noruega através do programa EEAGrants, e de 224 mil euros através do FPC. O objetivo do projeto ClimAdaPT.Local é desenvolver estratégias municipais de adaptação às alterações climáticas. 

Consulte AQUI o documento

Anexos

imagem

Os contributos, que deverão ser remetidos até ao dia 14 de setembro, poderão ser enviados através do endereço dpam@cm-barreiro.pt, ou pelo correio para: Câmara Municipal do Barreiro, Departamento de Gestão da Cidade, Divisão de Planeamento, Ambiente e Mobilidade, Largo Alexandre Herculano, nº 85, 2830-314 Barreiro.

Município do Barreiro © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo de wc3amrs logotipologotipo Wiremaze